Segurança e Combate à Corrupção



A Globo, em seu documentário A Guerra do Brasil (dezembro de 2017), chama atenção para alguns números:
  • 60 mil homicídios por ano, mais que 92 países juntos. Muito acima dos 14 mil homicídios dos EUA,que têm uma população 50% maior que a nossa.
  • No Brasil, 786 mil pessoas foram assassinadas entre 2001 e 2015.
  • Na Guerra do Iraque, entre 2003 e 2017, foram mortas 268 mil pessoas; Na Síria, de 2011 a 2017:
  • 330 mil.
  • Segundo o documentário, os culpados são: as armas de fogo, que causam 7 em cada 10 mortes.
  • O documentário indica os 5 primeiros colocados no ranking de piora: Rio Grande do Norte, Maranhão, Pará, Bahia e Ceará, porém, deixa no ar a razão da piora.
  • Menciona a melhora substancial que a Colômbia teve, pois reduziu em 70% os homicídios, porém, não diz as causas disso.
CONTRA A ESQUERDA: NÚMEROS E LÓGICA?
  • As armas são instrumentos, objetos inertes, que podem ser utilizadas para matar ou para salvar vidas. Isso depende de quem as está segurando: pessoas boas ou más. Um martelo não prega e uma faca não corta sem uma pessoa...
  • EUA, Áustria, Alemanha, Suécia, Noruega, Finlândia, Israel, Suíça, Canadá, etc, são países onde existe uma arma de fogo na maioria dos lares. Coincidentemente, o índice de homicídios por armas de fogo é muito menor que no Brasil. No Canadá, são 600 homicídios por ano! Em Israel 110 e Suíça 40!
  • Peguemos o exemplo de nossos vizinhos: Chile, Uruguai, Argentina e Paraguai. Um tratamento estatístico mostrará uma correlação inversa entre armas nos lares e homicídios!
  • Já a Venezuela, que aumentou a restrição às armas da população civil, está com o dobro de homicídios do Brasil: quase 60 por 100 mil. Com 31 milhões de habitantes, matam 17 mil por ano! Seria como 120 mil homicídios no Brasil por ano!
VAMOS AOS FATOS
Os 5 primeiros colocados no ranking de piora: Rio Grande do Norte, Maranhão, Pará, Bahia e Ceará, são regiões que passaram a ser governadas pela esquerda ou seus aliados e onde a “epidemia” de drogas não foi coincidentemente introduzida.
Aliás, o avanço das drogas e da esquerda são prevalentes nas regiões mais violentas do mundo: Honduras, Nicarágua, El Salvador, México e Venezuela (onde há forte restrição à população ter armas).
O documentário NÃO menciona que a melhora substancial da Colômbia foi o resultado da derrota das FARC (que abertamente vive do tráfico de drogas). Além disso, as FARC participaram do Foro de São Paulo, fundado pelo PT e pelo ditador cubano. A verdade é que o número de homicídios no Brasil passou a crescer de forma consistente a partir do 1º Foro de SP, no início dos anos 1990.
Houve até “bolsa crack” em cidades administradas pela esquerda, como por exemplo em São Paulo.

VAMOS AOS NÚMEROS: ATLAS DA VIOLÊNCIA 2018 DO IBGE?
Coincidentemente, onde participantes do Foro de SP governam, sobe a criminalidade.

MAIS MENTIRAS DA ESQUERDA?
“a polícia é a que mais mata“?
  • O Brasil está em Guerra. Veja o título do recente documentário da Globo: “A Guerra do Brasil”!
  • Segundo o IBGE, criminosos praticaram oficialmente 62.517 homicídios no Brasil em 2016.
  • Intervenções policiais legais resultaram em 1.374 mortes em 2016.
  • Apenas 2% de mortes violentas no Brasil estiveram associadas com ações policiais.
  • Tais ações estão concentradas em dois Estados: Rio de Janeiro, com 538 mortes; e Bahia, com 364 mortes. Juntos, totalizam 66% das mortes! Retirando-se esses dois Estados, em 2016 as mortes violentas no Brasil associadas com ações policiais seriam 472, um número inferior a 1% do total
A GUERRA NO BRASIL SERÁ VENCIDA!
NOSSOS HERÓIS SERÃO LEMBRADOS!
  • Enquanto a esquerda está preocupada com as mortes associadas a ações policiais, segundo a Ordem dos Policiais do Brasil (OPB), foram mortos 493 policiais em 2016! Em 2017 esse total subiu para 552 e, infelizmente, tudo indica que teremos ainda mais policiais mortos em 2018.
  • São Heróis Nacionais que tombaram e foram esquecidos pelos atuais governantes nesta Guerra do Brasil! Um dos compromissos será lembrar o nome de cada um desses guerreiros! Suas famílias serão homenageadas e cada um desses heróis terá seu nome gravado no Panteão da Pátria e da Liberdade!
PRENDER E DEIXAR NA CADEIA SALVA VIDAS!?
Mato Grosso do Sul, São Paulo e Brasília são os que mais prendem e os que mostram avanços...
http://www.justica.gov.br/news/mj-divulgara-novo-relatorio-do-infopen-nesta-terca-feira/relatorio-depen-versao-web.pdf
 

CONCLUSÃO



Os números comprovam que o extermínio de brasileiros é realizado pelos criminosos!
Para reduzir os homicídios, roubos, estupros e outros crimes:
  • Investir fortemente em equipamentos, tecnologia, inteligência e capacidade investigativa das forças policiais,
  • Prender e deixar preso! Acabar com a progressão de penas e as saídas temporárias!
  • Reduzir a maioridade penal para 16 anos!
  • Reformular o Estatuto do Desarmamento para garantir o direito do cidadão à LEGÍTIMA DEFESA sua, de seus familiares, de sua propriedade e a de terceiros!
  • Policiais precisam ter certeza que, no exercício de sua atividade profissional, serão protegidos por uma retaguarda jurídica. Garantida pelo Estado, através do excludente de ilicitude. Nós brasileiros precisamos garantir e reconhecer que a vida de um policial vale muito e seu trabalho será lembrado por todos nós! Pela
  • Nação Brasileira!
  • Tipificar como terrorismo as invasões de propriedades rurais e urbanas no território brasileiro. etirar da Constituição qualquer relativização da propriedade privada, como exemplo nas restrições da EC/81.
  • Redirecionamento da política de direitos humanos, priorizando a defesa das vítimas da violência.